Trabalhadores da prolub entram em greve - SINDETANOL

SINDETANOL

Sindicato dos Trab. na Ind. Quím. Farm. e Fabr. de Álcool, Etanol,
Bioetanol e Biocombustível de Presidente Prudente e região

Trabalhadores da prolub entram em greve

Os Trabalhadores da Prolub Rerrefino de Lubrificantes Ltda, sediada no Distrito Industrial de Presidente Prudente, entraram em greve na segunda-feira (10). O principal motivo da paralisação é a falta de pagamento dos salários referentes ao mês de fevereiro. Mostrando total insatisfação com a administração da empresa, e sem receberem os salários, os trabalhadores foram informados pela direção da empresa que nesta quarta-feira (12), teriam uma posição referente ao pagamento. 


Porém, na manhã de hoje (12), o representante da empresa, Eduardo Chesine, informou mais uma vez que, “ainda não foi possível resolver a situação, mas a empresa esta buscando recursos para solucionar o impasse”. Desta forma, os trabalhadores confirmaram a posição de permanecerem em greve e de que não voltarão ao trabalho enquanto não receberem o pagamento. 


Conforme o acordo coletivo da categoria a empresa deveria conceder o adiantamento salarial no dia 20 de fevereiro, o que não foi feito sob a alegação da empresa de estar enfrentando dificuldades financeiras e na seqüência também não efetuou o pagamento do salário do mês em questão, que deveria ser pago no máximo até dia 5 de março.


Segundo alguns trabalhadores, que preferiram não se identificarem, a situação é muito séria, “não é a primeira vez que isso acontece e que a empresa atrasa os pagamentos. Desta vez não deixamos passar e procuramos nossos direitos junto ao sindicato. Só voltaremos ao serviço quando acertarem os nossos salários, é o nosso direito e nossas famílias já começam a passar dificuldades”, afirmaram vários trabalhadores durante a mobilização de hoje.


Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas, Farmacêuticas e Fabricação de Álcool, Etanol, Bioetanol e Biocombustíveis de Presidente Prudente e Região (Sindetanol), Milton Sobral, “é lamentável a empresa chegar a uma situação como esta. Porém, o que se espera é que as obrigações com os trabalhadores sejam cumpridas, principalmente o pagamento dos salários, um direito que envolve as famílias dos trabalhadores e demais compromissos assumidos”.


Veja mais fotos da paralisação dos trabalhadores no facebook do sindetanol.



PALAVRA DO PRESIDENTE

25/03/2020

Por dia melhores, é preciso lutar contra o coronavírus mantendo o emprego e geração de renda

ler palavra do presidente

ACORDO COLETIVO

Acompanhe aqui os acordos coletivos

JORNAL

Ultima Edição

Novembro/2019

ver edição

ARQUIVOS
ONDE ESTAMOS

Rua Estevan Peres Bomediano, 79
CEP: 19.023-380 - Jd. Paulista
Presidente Prudente - SP

ATENDIMENTO

(18) 3221-6278

sindetanol@sindetanol.com.br

© 2020 Sindetanol. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Prudente Empresas