Fequimfar e Sindicatos filiados pressionam por negociação coletiva do setor do Álcool/Etanol - SINDETANOL

SINDETANOL

Sindicato dos Trab. na Ind. Quím. Farm. e Fabr. de Álcool, Etanol,
Bioetanol e Biocombustível de Presidente Prudente e região

Fequimfar e Sindicatos filiados pressionam por negociação coletiva do setor do Álcool/Etanol

Dirigentes da Fequimfar, entidade filiada à Força Sindical e à CNTQ (Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Químico), e dos Sindicatos filiados engajados na Campanha Salarial e Social dos Trabalhadores nas usinas e destilarias que produzem Álcool/Etanol estiveram reunidos na manhã de hoje(6). 


Na reunião foram definidas estratégias para as próximas semanas de negociação salarial. Trabalhadores de todas as regiões do estado de São Paulo estão mobilizados na luta pelo reajuste salarial.


Segundo o presidente da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo (FEQUIMFAR), Sergio Luiz Leite, somente com todos os esforços e a mobilização geral da categoria pelos sindicatos filiados é que as conquistas se tornarão realidade.


“Os acordos da Campanha Salarial e Social já começaram a ser fechados. Os trabalhadores estão conquistando aumento real nos salários, além de uma série de avanços sociais e econômicos, como a PLR, cesta básica e o aumento nos tíquetes refeição e de alimentação. Temos a perspectiva positiva de que em todas as regiões do estado, mais acordos serão fechados nos próximos dias, sempre com bons reajustes e conquistas para a categoria”, destacou Leite. 


Para o presidente do Sindetanol, Milton Ribeiro Sobral, de fato, é preciso mobilizar e bem todos os trabalhadores do setor do Álcool/Etanol. Somente assim, segundo Sobral, as reivindicações da Campanha Salarial e Social serão atendidas conforme as necessidades apresentadas ao setor patronal. 


”Estamos em período de negociação, o que significa dizer que estamos em ação em benefício dos trabalhadores e, portanto, precisamos de união para fortalecer a nossa luta”, afirmou o presidente do Sindetanol.


Conforme avaliação da campanha, muitos acordos coletivos já foram fechados em diversas regiões do estado. Na região de Ipaussu, por exemplo, cerca de 550 trabalhadores distribuídos em 4 empresas do setor terão os salários reajustados em 8,5% e uma PLR reajustada em 10%.


Em Itapetininga, uma greve vitoriosa na Usina Vista Alegre fez com que os trabalhadores conquistassem o reajuste de 8,5% em todas as faixas salariais, além de aumento na PLR.


Na região de Guaíra, reunidos em assembleia, os 500 trabalhadores da Usina Guaíra aceitaram a proposta de reajuste salarial de 8% e 10% de reajuste na PLR. Também é importante ressaltar a valorização dos demais benefícios, como os de vale alimentação e ticket refeição, que já estão sendo reajustados.


“Entre hoje e 14 de junho, serão realizadas novas rodadas de negociação com os representantes patronais e se não chegarmos a um acordo favorável para os trabalhadores, iremos mobilizar toda a base e paralisar as usinas e destilarias do estado”, declara Jurandir Pedro de Souza, tesoureiro geral da FEQUIMFAR e presidente do Sindicato dos Químicos de Itapetininga.

Fonte: Com informações da AI da Fequimfar



PALAVRA DO PRESIDENTE

25/03/2020

Por dia melhores, é preciso lutar contra o coronavírus mantendo o emprego e geração de renda

ler palavra do presidente

ACORDO COLETIVO

Acompanhe aqui os acordos coletivos

JORNAL

Ultima Edição

Novembro/2019

ver edição

ARQUIVOS
ONDE ESTAMOS

Rua Estevan Peres Bomediano, 79
CEP: 19.023-380 - Jd. Paulista
Presidente Prudente - SP

ATENDIMENTO

(18) 3221-6278

sindetanol@sindetanol.com.br

© 2020 Sindetanol. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Prudente Empresas