Dirigentes do sindetanol participam de audiência pública em brasília - SINDETANOL

SINDETANOL

Sindicato dos Trab. na Ind. Quím. Farm. e Fabr. de Álcool, Etanol,
Bioetanol e Biocombustível de Presidente Prudente e região

Dirigentes do sindetanol participam de audiência pública em brasília

O presidente do Sindetanol Milton Ribeiro Sobral juntamente com o secretario geral Antonio Mendes Neto, participou da audiência pública denominada "Atual situação das usinas de açúcar e etanol da Região Centro-Sul do Brasil", realizada no dia 26 de fevereiro, na Câmara dos Deputados, em Brasília.
O debate sobre o setor integrou a pauta de reunião ordinária da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, sendo que o requerimento número 307/2013, que deu origem à atividade, é de autoria dos Deputados Federais, Duarte Nogueira (PSDB/SP), Moreira Mendes (PSD/RO) e Abelardo Lupion (DEM/PR). 


Também esteve na audiência, como convidado, Sérgio Luiz Leite, presidente da FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas do Estado de S. Paulo), membro do CODEFAT (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador) e 1º secretario da Força Sindical.


Na ocasião, Leite abordou temas como, o fechamento de usinas e postos de trabalho, emprego e rotatividade, desenvolvimento econômico das regiões afetadas, contrapartidas às dificuldades encontradas e medidas governamentais.


Segundo o presidente da Fequimfar, “os dados são preocupantes, pois, de acordo com a Unica (União da Indústria de Cana de Açúcar), 330 usinas de açúcar e etanol no País, 60 deverão fechar as portas ou mudar de donos nos próximos dois a três anos. Nos últimos cinco anos, 36 usinas entraram em recuperação judicial e no mesmo período 43 foram desativadas”.


Toda esta situação declarou Leite, “gera incerteza para os trabalhadores. Só no ano passado foram eliminados 18 mil postos de trabalho afetando as economias das cidades onde estavam instaladas as usinas”.


Para Sobral, a audiência foi positiva, mas é preciso ir além, promovendo um olhar mais prático sobre o setor e atuando com iniciativas que contemplem a real situação dos trabalhadores da categoria e não somente do ponto de vista empresarial, como as questões ligadas ao plantio da cana de açúcar, produção e distribuição de etanol. “É preciso olhar toda a cadeia produtiva, na qual os trabalhadores estão inseridos e com muitas dificuldades”, afirmou o presidente do Sindetanol.

Fonte: Com informações da AI/Fequimfar



PALAVRA DO PRESIDENTE

13/07/2020

Tempos difíceis necessitam de novo olhar e união

ler palavra do presidente

ACORDO COLETIVO

Acompanhe aqui os acordos coletivos

JORNAL

Ultima Edição

Novembro/2019

ver edição

ARQUIVOS
ONDE ESTAMOS

Rua Estevan Peres Bomediano, 79
CEP: 19.023-380 - Jd. Paulista
Presidente Prudente - SP

ATENDIMENTO

(18) 3221-6278

sindetanol@sindetanol.com.br

© 2020 Sindetanol. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Prudente Empresas